segunda-feira, 4 de setembro de 2006

Soneto para demonstrar amor


Para ter mais paciência
e esperança, e mais vontade
eu esqueço a experiência
e a frase que ora não cabe.

Meço do peito a ciência
na responsabilidade
de um termo de existência
qual dizer jurei a verdade.

Rimo como um construtor
faz da forma seu rumor,
molda círculo e quadrado.

Assim eu percebo amar,
faço mesmo até domar
geometria e ente amado.



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...