quinta-feira, 27 de setembro de 2007

Descendência até o fim


Se contigo eu fosse pai e você
comigo fosse mãe como somos
um do outro amantes, a fogo
e ferro, eternos nos tornaríamos.

Seria a vida mais desejo e
teria o gesto mais vontade
e seríamos por hoje mutantes
para depois morrermos mundanos.

E seria contigo o que fosse
comigo numa só carne em brasa
perpassada por lança e por sal

e o filho que viesse vivesse
até o fim de nossos dias para
nunca mais haver história humana.



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...