sexta-feira, 17 de abril de 2009

Delicário



Faço isso para que
não trema a mão
e cesse a febre
- esta que deixa frio lá fora
e queimaduras no coração.

Faço isso porque há
a fantasia da aproximação
e da eternidade galática
- a mesma que reside
no pó das estrelas
e no suor dos amantes.

Faço isso porque sei
o homem bravio
e o apassivador,
e sei a dama solitária
e a rainha governante.

Meu fazer é delicado,
ofício de saber a gente
que sonha com isso,
seja lá o que isso for
- esta forma de expor a esperança.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...