sexta-feira, 8 de janeiro de 2010

Amor às tijoladas




O amor bem construído
é aquele que além
do peso corporal
do tijolo e argamassa
tem o contorno do gesso,
a pintura à mão
e o molde do acabamento
para que se more dentro
da pessoa amada
e dela faça a casa
preferida e adornada

e, a cada parede levantada,
se construa um novo quarto,
um lugar a se explorar,
conhecendo por qual porta
se deve nele entrar
e descobrir o que ali se guarda.

Assim tenho sido arquiteto,
engenheiro e, por fim,
trabalhador braçal
usando a força dos dedos
para levantar a pedra fundamental
e descansar debaixo de lençois,
depois dos trabalhos do amor.





Um comentário:

  1. Estou adorando ler seus poemas romanticos! Parabéns! Eu adoro tudo que tem que ver com o amor!
    Quem sabe voce me visita e comprova que amar vale a pena!
    bjo,
    Nata

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...