terça-feira, 27 de julho de 2010

Junção




Do tamanho da minha pele
é o corpo que se encaixa e se insere,
entranha-me nos ossos e não fere,
arranha-me e fecha-me em teias,
se me entra não me estranha
e ao que junta grita em sanha.

O tronco treme em mim meneia
o membro solto que em outro salta
e me tem no mesmo espaço
com meu corpo no seu traço,
meus limites num abraço
que contenha um só giro
do qual venha e nos gere
dois corpos na mesma pele.



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...