quarta-feira, 4 de agosto de 2010

Bem-vinda



Bem-vinda à minha cama -
Vou lhe chamar de coisa
lhe moldar de puta
indo à luta
no contorno do coito
na força da lama
na farsa da noite
à faca e à foice
vais me chamar de casa
morar-me no peito
aconchegar-se bem perto
aonde leva o corpo
lavar minha alma
no ofício da foda
bem-vinda à minha cama



Um comentário:

  1. Boa noite!
    gostei da poesia!
    Sempre passarei aqui para dar uma espiada e deixar um comentário.
    Dê uma passada lá no meu, para ver minhas poesias, assim, estaremos sempre retribuindo nossas visitas.
    Atualizei com uma poesia erótica para a minha amada, minha Deusa mulher.
    abs
    Leonardo Dognani

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...