quarta-feira, 24 de julho de 2013

Viagem























Quando logo olhei o mar
a viagem era para longe
só restava ir adiante
até onde era distante
lugar que fica aonde
é local de não parar.

Quando estava em terra firme
a estrada era minha
qualquer passo que eu desse
iria para além do que fizesse,
devagar ia depressa e vinha
breve a hora quando ir-me.

Quando olhei para o espaço
a estrada estava aberta
não havia mais caminho
e eu era um passarinho
que de manhã voa e desperta
teu sono com meu canto lasso.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...