segunda-feira, 4 de novembro de 2013

Horizonte



                                                                                                                                 (Para Anna)

Caiu das estrelas arpoador,
iluminou-me nas marés
farol dos olhos a brilhar
onde o desejo vem se deitar.

Embarcação chamou o cais,
saiu da escuridão demais
p'ra cuidar do dia vir trazer
amor que onda não leva -

Sou marinheiro mais que ator
busco lonjuras navegar,
nunca mentir o meu amor,
buscar sereia neste mar.

Terra onde sou navegador,
traz no meu grito revelar
porto onde atraca o coração,
meu ponto final é estrela.

Desembarcar é te encontrar
riscar um astro o firmamento,
queda de um anjo me conduz
do céu o chão onde ficar -

Sou marinheiro por onde vou
deixo a estrela me guiar,
solo que toca o meu prazer
você é céu e e eu sou mar.



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...